National Instruments: confirmando a inovação com Profibus.
Grupo de cabos já é realidade
Renovação
2011: ano de realizações.
Belden desenvolve cabos Profibus
Chrysler/FIAT adota PROFINET para o padrão CArS

EDDL - Electronic Device Description Language & FDT/DTM – Field Device Tool/ Device Type Management & FDI - Field Device Integration

Procedimento de atualização de hardware para acesso a dados HART em remotas PROFIBUS
Entendendo as reflexões em sinais Profibus
Gerenciamento de Ativos e Autodiagnose
5 Perguntas para fazer ao seu fornecedor de ferramentas SCADA
LMP-100 – Gateway Profibus DP – Modbus RTU DLG AUTOMAÇÃO
HDP-200 – Repetidor Profibus DP DLG AUTOMAÇÃO
TDP-100 – Terminador Ativo Profibus DP DLG AUTOMAÇÃO
XM - 210 DP - Remota Universal Profibus DP DLG AUTOMAÇÃO
Liquiline CM44 ENDRESS+HAUSER
Instrumentos em Profibus PA Profile 3.02 ENDRESS+HAUSER
Infraestrutura para equipamentos Fieldbus Pepperl+Fuchs
SIMATIC ET200sp: Novos I/Os compactos distribuídos para construção eficiente de máquinas e instalações
Novo distribuidor de campo ativo para instalações intrinsecamente seguras da Siemens

 

OUTRAS EDIÇÕES

Edição 01 - Abril 2004
Edição 02 - Junho 2004
Edição 03 - Agosto / Setembro 2004
Edição 04 - Outubro / Novembro 2004
Edição 05 - Dezembro 2004/ Janeiro 2005
Edição 06 - Fevereiro / Março 2005
Edição 07 - Abril / Maio 2005
Edição 08 - Junho / Julho 2005
Edição 09 - Agosto / Setembro 2005
Edição 10 - Outubro / Novembro 2005
Edição 11 - Dezembro 2005 / Janeiro 2006
Edição 12 - Fevereiro / Março 2006
Edição 13 - Julho / Agosto 2006
Edição 14 - Novembro 2006
Edição 15 - Abril 2007
Edição 16 - Junho 2007
Edição 17 - Fevereiro 2008
Edição 18 - Julho 2008
Edição 19 - Outubro 2008
Edição 20 - Março 2009
Edição 21 - Julho 2009
Edição 22 - Dezembro 2009
Edição 23 - Julho 2010
Edição 24 - Mar√ßo 2011
Edição 25 - Julho 2011
Edição 26 - Fevereiro 2012

EXPEDIENTE

PROFINEWS BRASIL
Edição nº 25 - Julho 2011

PROFINEWS BRASIL é uma publicação eletrônica bimestral da ASSOCIAÇÃO PROFIBUS, distribuída a seus associados, fornecedores e usuários das tecnologias PROFIBUS e AS-i.

 

DIRETORIA EXECUTIVA 2009/2012

Marco Padovan (Sense)
Diretor Presidente

Leandro Torres (SMAR)
Diretor Vice Presidente Tesoureiro

Robert Gries Drumond (Siemens)
Diretor Vice Presidente Secretário

Adriano Oliveira (SMAR)
Diretor de Marketing

Silas Anchieta
Diretor Executivo

 

JORNALISTA RESPONSÁVEL

Sílvia Bruin Pereira
(MTb 11.0065 / MS 5936)

Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade de seus autores. É vedada a reprodução total ou parcial dos textos e ilustrações desde newsletter, sob pena de sanções legais. São tomados todos os cuidados razoáveis na preparação do conteúdo das matérias e, caso haja enganos em textos ou desenhos, será publicada errata na primeira oportunidade.

 


Associação PROFIBUS
Caixa Postal 11.063-9 - CEP 05422-970
São Paulo, SP. Telefone/Fax: (11) 2849-3202
e-mail: profibus@profibus.org.br
site: www.profibus.org.br.



Siga-nos!

    

 

NOT√ćCIAS DA ASSOCIA√á√ÉO

Grupo de cabos já é realidade

Uma das grandes conquistas da Associa√ß√£o Profibus nos √ļltimos anos foi a constitui√ß√£o do Grupo de Cabos, que j√° come√ßa a colocar em pr√°tica muitos de seus projetos. A iniciativa foi t√£o acertada, que seu pioneirismo despertou o interesse da Profibus International, com a qual a Associa√ß√£o compartilhar√° suas experi√™ncias em breve.

Coordenado por Silvio Jos√© de Souza Pinto, que cursou Processamento de Dados na Fatec de Americana e √© T√©cnico em Eletrot√©cnica formado em 1979, o Grupo de Cabos dentro da Associa√ß√£o Profibus foi criado em 2009 em fun√ß√£o dos problemas encontrados em campo pelo uso de materiais n√£o adequados ao bom desempenho dos componentes da rede, como cabos de energia, telef√īnicos, cabos para tecnologia diferentes ou at√© a mistura desses em uma mesma rede, causando problemas operacionais e, por vezes, descr√©dito da tecnologia para alguns usu√°rios que a culpavam e n√£o a m√° qualidade da instala√ß√£o e dos materiais aplicados. “Como os documentos normativos existentes definiam alguns par√Ęmetros t√©cnicos para os cabos sob a √≥tica operacional da tecnologia de comunica√ß√£o e n√£o como especifica√ß√£o detalhada aplic√°vel ao meio f√≠sico de comunica√ß√£o, houve a necessidade de juntarmos esses requisitos aos demais aplic√°veis aos cabos como aqueles relacionados √† seguran√ßa e ao desempenho ao longo do tempo, al√©m de definir os m√©todos de avalia√ß√£o aplic√°veis a cada requisito e gerar especifica√ß√Ķes de produto aplic√°veis aos cabos”, explica S√≠lvio. “Com a ideia da cria√ß√£o do documento normativo para os cabos, e buscando dar ao usu√°rio uma orienta√ß√£o quanto √† escolha de cabo adequado √† sua instala√ß√£o, e com a qualidade necess√°ria para seu bom desempenho, tamb√©m costuramos e tornamos realidade o processo de avalia√ß√£o e reconhecimento dos produtos”, acrescenta.

Vale lembrar que o Grupo de Cabos conta com a colaboração de todos os fabricantes associados, bem como do Centro de Competência da Associação situado na USP de São Carlos, que também é responsável pela realização de parte dos ensaios de desempenho dos produtos.

Tendo passado pelas empresas Furukawa Industrial, Lotus Componentes, Monte D¬īEste, Amphenol Times Fiber, e atuado como consultor e tamb√©m integrante de diversas comiss√Ķes na ABNT, na Anatel e no Sindicel ABC, S√≠lvio destaca que, na verdade n√£o h√° exig√™ncia de certifica√ß√£o dos cabos visto que n√£o √© um ato compuls√≥rio por for√ßa de lei e sim um reconhecimento oficial da Associa√ß√£o Profibus quanto ao desempenho dos produtos testados frente √†s especifica√ß√Ķes elaboradas pelo Grupo de Cabos. Ele esclarece que existem duas especifica√ß√Ķes emitidas ‚Äď Profibus PA e Profibus DP ‚Äď as quais est√£o dispon√≠veis e podem ser obtidas pelo e-mail profibus@profibus.org.br

 

Certificação

Para que n√£o paire qualquer d√ļvida quanto √† lisura do processo de certifica√ß√£o dos produtos, S√≠lvio anuncia que a Associa√ß√£o firmou uma parceria e credenciou a UL (Underwriters Laboratories), um organismo de renome internacional na certifica√ß√£o de produtos, para que realize a designa√ß√£o dos laborat√≥rios de ensaio e, ap√≥s a realiza√ß√£o dos mesmos, emita um relat√≥rio de desempenho frente aos requisitos especificados. “Dessa forma o interessado deve definir as constru√ß√Ķes dos produtos para os quais deseja obter o reconhecimento e encaminhar a listagem para o organismo designado, o qual avaliar√° e definir√° a quantidade e a constru√ß√£o das amostras necess√°rias para ensaio e que devem ser encaminhadas aos laborat√≥rios credenciados. De posse dos relat√≥rios de teste emitidos pelos laborat√≥rios o OCD ir√° emitir um certificado de an√°lise, o qual ser√° encaminhado para a Associa√ß√£o para reconhecimento.

Caso o produto avaliado seja aprovado, receber√° um certificado com validade de um ano e um n√ļmero que servir√° para identifica√ß√£o do produto e poder√° ser confirmado pelo usu√°rio em √°rea reservada em nosso site para esse fim”, explica.

Um dos aspectos importantes da certifica√ß√£o de cabos, tanto para usu√°rios quanto para fabricantes, s√£o os benef√≠cios relacionados √† garantia de uma rede onde todos os componentes t√™m sua confiabilidade atestada, podendo ser certificada a confian√ßa do usu√°rio, o que contribuir√° para a maior difus√£o da tecnologia e gera√ß√£o de novos neg√≥cios. “Para o usu√°rio a disponibilidade de uma especifica√ß√£o de refer√™ncia para compra e de uma lista de produtos e fornecedores capacitados e reconhecidos gera tranquilidade quanto ao desempenho da rede. Para os fabricantes gera aumento de neg√≥cios e manuten√ß√£o no mercado apenas daqueles que t√™m a compet√™ncia t√©cnica para o atendimento dos requisitos t√©cnicos”, conclui S√≠lvio.


Silvio José de Souza Pinto, coordenador do Grupo de Cabos.


A Associação PROFIBUS não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente pelos conceitos, comentários, depoimentos e opinões emitidas em matérias fornecidas pelos seus membros ou artigos assinados. A opinião expressa no conteúdo não traduz em nenhum momento a opinião da Associação PROFIBUS. Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade de seus autores. É vedada a reprodução total ou parcial dos textos e ilustrações deste newsletter, sob pena de sanções legais. São tomados todos os cuidados razoáveis na preparação do conteúdo das matérias e caso haja enganos em textos ou desenhos, será publicada errata na primeira oportunidade. A Associação PROFIBUS se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer edição, comentário ou imagem que possa ser interpretada como contrária aos seus objetivos.

© Associação PROFIBUS. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da
Associação PROFIBUS.