National Instruments: confirmando a inovação com Profibus.
Grupo de cabos já é realidade
Renovação
2011: ano de realizações.
Belden desenvolve cabos Profibus
Chrysler/FIAT adota PROFINET para o padrão CArS

EDDL - Electronic Device Description Language & FDT/DTM – Field Device Tool/ Device Type Management & FDI - Field Device Integration

Procedimento de atualização de hardware para acesso a dados HART em remotas PROFIBUS
Entendendo as reflexões em sinais Profibus
Gerenciamento de Ativos e Autodiagnose
5 Perguntas para fazer ao seu fornecedor de ferramentas SCADA
LMP-100 – Gateway Profibus DP – Modbus RTU DLG AUTOMAÇÃO
HDP-200 – Repetidor Profibus DP DLG AUTOMAÇÃO
TDP-100 – Terminador Ativo Profibus DP DLG AUTOMAÇÃO
XM - 210 DP - Remota Universal Profibus DP DLG AUTOMAÇÃO
Liquiline CM44 ENDRESS+HAUSER
Instrumentos em Profibus PA Profile 3.02 ENDRESS+HAUSER
Infraestrutura para equipamentos Fieldbus Pepperl+Fuchs
SIMATIC ET200sp: Novos I/Os compactos distribuídos para construção eficiente de máquinas e instalações
Novo distribuidor de campo ativo para instalações intrinsecamente seguras da Siemens

 

OUTRAS EDIÇÕES

Edição 01 - Abril 2004
Edição 02 - Junho 2004
Edição 03 - Agosto / Setembro 2004
Edição 04 - Outubro / Novembro 2004
Edição 05 - Dezembro 2004/ Janeiro 2005
Edição 06 - Fevereiro / Março 2005
Edição 07 - Abril / Maio 2005
Edição 08 - Junho / Julho 2005
Edição 09 - Agosto / Setembro 2005
Edição 10 - Outubro / Novembro 2005
Edição 11 - Dezembro 2005 / Janeiro 2006
Edição 12 - Fevereiro / Março 2006
Edição 13 - Julho / Agosto 2006
Edição 14 - Novembro 2006
Edição 15 - Abril 2007
Edição 16 - Junho 2007
Edição 17 - Fevereiro 2008
Edição 18 - Julho 2008
Edição 19 - Outubro 2008
Edição 20 - Março 2009
Edição 21 - Julho 2009
Edição 22 - Dezembro 2009
Edição 23 - Julho 2010
Edição 24 - Mar√ßo 2011
Edição 25 - Julho 2011
Edição 26 - Fevereiro 2012

EXPEDIENTE

PROFINEWS BRASIL
Edição nº 25 - Julho 2011

PROFINEWS BRASIL é uma publicação eletrônica bimestral da ASSOCIAÇÃO PROFIBUS, distribuída a seus associados, fornecedores e usuários das tecnologias PROFIBUS e AS-i.

 

DIRETORIA EXECUTIVA 2009/2012

Marco Padovan (Sense)
Diretor Presidente

Leandro Torres (SMAR)
Diretor Vice Presidente Tesoureiro

Robert Gries Drumond (Siemens)
Diretor Vice Presidente Secretário

Adriano Oliveira (SMAR)
Diretor de Marketing

Silas Anchieta
Diretor Executivo

 

JORNALISTA RESPONSÁVEL

Sílvia Bruin Pereira
(MTb 11.0065 / MS 5936)

Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade de seus autores. É vedada a reprodução total ou parcial dos textos e ilustrações desde newsletter, sob pena de sanções legais. São tomados todos os cuidados razoáveis na preparação do conteúdo das matérias e, caso haja enganos em textos ou desenhos, será publicada errata na primeira oportunidade.

 


Associação PROFIBUS
Caixa Postal 11.063-9 - CEP 05422-970
São Paulo, SP. Telefone/Fax: (11) 2849-3202
e-mail: profibus@profibus.org.br
site: www.profibus.org.br.



Siga-nos!

    

 

ASSOCIADO

Novo distribuidor de campo ativo para instala√ß√Ķes intrinsecamente seguras da Siemens

O novo SIMATIC AFDiS agora tamb√©m est√° dispon√≠vel para aplica√ß√Ķes que exigem alta disponibilidade em instala√ß√Ķes intrinsecamente seguras que utilizam redes de campo Profibus PA ou Foundation Fieldbus.

O AFDiS limita a energia dos ramos de rede (spurs) nas áreas potencialmente explosivas, e os isola eletricamente da linha principal (trunk line). Portanto, instrumentos de campo intrinsecamente seguros podem ser alimentados a partir de um coupler de alta potência através do AFDiS. Isso significa que quantidades maiores de instrumentos podem ser utilizados, se comparado à solução com um coupler Ex intrinsecamente seguro e de baixa potência. O AFDiS pode ser instalado em zonas 1 e 2 (ou Zonas 21 e 22). Todos os ramos são do tipo EEx ia e podem ser estendidos em Zona 0. Assim, a proteção contra explosão de acordo com o modelo FISCO pode ser implicitamente comprovada, sem cálculos complexos.
 https://brandville.siemens.com/bvAssets/newsletter/logos/spacer.gif
Entre as principais caracter√≠sticas construtivas do SIMATIC AFDiS pode-se destacar: https://brandville.siemens.com/bvAssets/newsletter/logos/spacer.gif

  • Todos os ramos podem ser projetados com o comprimento m√°ximo permitido de 120 m (60 m com FISCO), independente do n√ļmero de dispositivos conectados ao segmento;
  • A linha principal pode ser dimensionada para at√© o m√°ximo de 1 900 metros, independente do comprimento dos ramos;
  • O primeiro canal do AFDiS  pode ser utilizado como um ramo ou como um subsegmento com um comprimento de at√© 500 m;
  • A capacidade nominal de at√© 32 n√≥s permitido para PROFIBUS PA e Foundation Fieldbus H1 tamb√©m pode ser totalmente utilizada para aplica√ß√Ķes intrinsecamente seguras. O AFDiS √© adequado tanto para topologia em linha, quanto para topologia em anel redundante, seja em √°reas seguras ou √°reas potencialmente explosivas;
  • O distribuidor ativo campo AFDiS √© projetado para uso em ambientes agressivos, e pode ser instalado de forma simples e segura;
  • Possui caixa de alum√≠nio com prote√ß√£o IP66 para utiliza√ß√£o em √°reas externas em temperaturas de -40 a +70 ¬į C;
  • Aprovado para opera√ß√£o em Zonas 1 e 2 (ou Zonas 21 e 22).
  • Conectores de cabo resistentes √† corros√£o (M16) impedem a penetra√ß√£o de umidade, mesmo em ambientes agressivos;
  • Terminais com parafusos para conex√£o segura de cabos de campo;
  • Trilho integrado para a liga√ß√£o simplificada do aterramento.

Al√©m do projeto mec√Ęnico, a eletr√īnica inteligente do SIMATIC AFDiS inclui diversos mecanismos para garantir a disponibilidade do segmento de rede: https://brandville.siemens.com/bvAssets/newsletter/logos/spacer.gif

  • Termina√ß√£o de barramento autom√°tico e isolamento de falhas nos ramos;
  •  6 conex√Ķes para ramos com prote√ß√£o contra curto-circuito. Redu√ß√£o para corrente de teste (apenas 5 mA) em caso de falha;
  • Uma l√≥gica inteligente protege as linhas principais e ramos de rea√ß√Ķes ao se conectar e desconectar dispositivos de campo;
  • Indicadores de LED vis√≠veis externamente para diagn√≥stico r√°pido da linha;
  •  A abertura do inv√≥lucro do AFDiS aciona sensores nas conex√Ķes da linha principal que automaticamente desenergizam a linha. Isso permite a abertura da linha principal de uma rede em anel em Zona 2 mesmo sem um certificado.

Saiba mais


A Associação PROFIBUS não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente pelos conceitos, comentários, depoimentos e opinões emitidas em matérias fornecidas pelos seus membros ou artigos assinados. A opinião expressa no conteúdo não traduz em nenhum momento a opinião da Associação PROFIBUS. Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade de seus autores. É vedada a reprodução total ou parcial dos textos e ilustrações deste newsletter, sob pena de sanções legais. São tomados todos os cuidados razoáveis na preparação do conteúdo das matérias e caso haja enganos em textos ou desenhos, será publicada errata na primeira oportunidade. A Associação PROFIBUS se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer edição, comentário ou imagem que possa ser interpretada como contrária aos seus objetivos.

© Associação PROFIBUS. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da
Associação PROFIBUS.