Interferência Eletromagnética e Instalações PROFIBUS
Automação baseada em componentes para indústria de alimentos e bebidas
NI LabView como SCADA e HMI
Coester: PROFIBUS é padrão em vários mercados.
PROFIBUS – RS485-IS
Cuidados e Recomendações em Instalações PROFIBUS, aterramento e shield no barramento PROFIBUS DP
Cuidados e recomendações com o aterramento do shield no barramento PROFIBUS PA
Sinal diferencial RS485 – PROFIBUS DP
Cardenge Automação implanta o primeiro mestre gateway PROFIBUS PA para Ethernet IP stand-alone na Lafarge de Montes Claros
Associação PROFIBUS participa de evento de automação em Campinas
Novos Associados
Treinamentos de maio
Seminário On Site
Workshop Profinet
ProfiHub é testado e aprovado
Digimed com PROFIBUS PA no projeto Onça-Puma da Vale
PROFINET – Economize Energia com PROFIenergy nos intervalos de produção
Monitor de válvulas AS-i Inteligente Sense

 

OUTRAS EDIÇÕES

Edição 01 - Abril 2004
Edição 02 - Junho 2004
Edição 03 - Agosto / Setembro 2004
Edição 04 - Outubro / Novembro 2004
Edição 05 - Dezembro 2004/ Janeiro 2005
Edição 06 - Fevereiro / Março 2005
Edição 07 - Abril / Maio 2005
Edição 08 - Junho / Julho 2005
Edição 09 - Agosto / Setembro 2005
Edição 10 - Outubro / Novembro 2005
Edição 11 - Dezembro 2005 / Janeiro 2006
Edição 12 - Fevereiro / Março 2006
Edição 13 - Julho / Agosto 2006
Edição 14 - Novembro 2006
Edição 15 - Abril 2007
Edição 16 - Junho 2007
Edição 17 - Fevereiro 2008
Edição 18 - Julho 2008
Edição 19 - Outubro 2008
Edição 20 - Março 2009
Edição 21 - Julho 2009
Edição 22 - Dezembro 2009
Edição 23 - Julho 2010
Edição 24 - Mar√ßo 2011
Edição 25 - Julho 2011
Edição 26 - Fevereiro 2012

EXPEDIENTE

PROFINEWS BRASIL
Edição nº 23 - Julho 2010

PROFINEWS BRASIL é uma publicação eletrônica bimestral da ASSOCIAÇÃO PROFIBUS, distribuída a seus associados, fornecedores e usuários das tecnologias PROFIBUS e AS-i.

 

DIRETORIA EXECUTIVA

César Cassiolato (SMAR)
Diretor Presidente

Robert Gries (Siemens)
Diretor Vice-presidente

Marco Padovan (Sense)
Diretor Vice-presidente

Adriano Oliveira (SMAR)
Diretor de Comunicação e Informática

Erik Maran (WESTCON)
Diretor de Instação de Redes

Leandro Torres (SMAR)
Diretor PROFIBUS PA

Gerson Murari (ALTUS)
Diretor PROFIBUS DP

Paulo Lattaro (ATMA)
Diretor de Marketing

Fernando CapelarI (SCHNEIDER)
Diretor de Controladores

Cavour Marinelli Neto (IFM)
Diretor ASinterface

Daniel Coppini (SIEMENS)
Diretor Profinet

Silas Anchieta
Diretor Executivo

 

CONSELHO FISCAL

Eduardo Mello
(Phoenix Contact)

Paulo Bachir
(Wika)

Luciano de Oliveira (Schneider/Atos)

 

JORNALISTA RESPONSÁVEL

Sílvia Bruin Pereira
(MTb 11.0065 / MS 5936)

Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade de seus autores. É vedada a reprodução total ou parcial dos textos e ilustrações desde newsletter, sob pena de sanções legais. São tomados todos os cuidados razoáveis na preparação do conteúdo das matérias e, caso haja enganos em textos ou desenhos, será publicada errata na primeira oportunidade.

 


Associação PROFIBUS
Caixa Postal 11.063-9 - CEP 05422-970
São Paulo, SP. Telefone/Fax: (11) 2849-3202
e-mail: profibus@profibus.org.br
site: www.profibus.org.br.

 

ASSOCIADO

Coester: PROFIBUS é padrão em vários mercados.

A Coester ingressou na Associa√ß√£o PROFIBUS buscando a troca de experi√™ncias e para auxiliar na dissemina√ß√£o da tecnologia no pa√≠s. “A empresa tem contribu√≠do de diversas formas nos eventos promovidos pela Associa√ß√£o, por acreditar que quanto maior o conhecimento sobre PROFIBUS no mercado, mais f√°cil a sua utiliza√ß√£o. A Coester emprega a tecnologia em seus produtos desde 1999 e √© associada desde 2006”, detalha Carlos Henrique Hennig, Gerente de Tecnologia.

A empresa, fundada em 1963, é especializada na fabricação de atuadores elétricos, redes industriais, redutores, conectores para redes industriais e unidades mestre. Líder do Brasil no segmento, a empresa está presente em diversos países. Realidade conquistada graças à certificação ISO 9001, a qual vem comprovar a qualidade de seus produtos, todos dentro das normas internacionais para as áreas classificadas (Ex).

Toda a linha de atuadores el√©tricos multivoltas e 1/4 de volta desenvolvidos e produzidos pela Coester tem op√ß√£o de comunica√ß√£o PROFIBUS-DP, PROFIBUS-DPV1 ou PROFIBUS-DPV1 redundante (REDCOM). “Al√©m dos produtos com interface PROFIBUS, a equipe t√©cnica conhece profundamente a tecnologia, pois desenvolveu internamente todas estas solu√ß√Ķes e tem capacidade de oferecer produtos customizados para os clientes”, pontua Hennig.

Na área de serviços, a empresa oferece suporte desde o projeto de rede até a posta em marcha da planta, integrando os seus produtos a estrutura de automação do cliente.

Recentemente lançou no mercado um conector para redes PROFIBUS que permite a conexão e desconexão a quente de dispositivos em áreas classificadas (Ex) chamado de Conector "Hot Disconnect". Este conector substitui as caixas de derivação no campo e evita a parada da rede no caso de necessidade de desconexão de algum dispositivo na área.  

O Gerente de Tecnologia conta que a integra√ß√£o dos produtos Coester em redes PROFIBUS j√° √© feita por sua equipe t√©cnica h√° mais de dez anos. “Neste per√≠odo aprendemos que o sucesso depende de instala√ß√Ķes bem feitas e bem planejadas. Desta forma, o mais expressivo s√£o as v√°rias centenas de produtos que temos operando de forma ininterrupta, nos mais diversos clientes e nos mais variados segmentos de mercado”, enfatiza.

Hennig avalia que, como inicialmente as diferentes tecnologias de barramentos foram desenvolvidas por diferentes empresas, com penetra√ß√£o e sucesso em mercados geograficamente diversos, a popularidade de cada tecnologia √© diferente dependendo da regi√£o. Principalmente devido a raz√Ķes hist√≥ricas, o foco e sucesso de cada organiza√ß√£o. “Por exemplo, WorldFIP, desenvolvido pela Schneider-Electric, √© praticamente encontrada apenas na Fran√ßa, enquanto PROFIBUS e DeviceNet t√™m uma grande fatia do mercado mundial gra√ßas ao sucesso da Siemens e Rockwell Automation e o posterior trabalho realizado pela PNO (PROFIBUS Nutzer Organization) e pela ODVA (Open Device Vendor Association). Na √Āsia existem grandes diferen√ßas entre os pa√≠ses; o CC-Link tem a maior parte do mercado japon√™s, o DeviceNet √© o mais comum na Cor√©ia do Sul e o PROFIBUS tem grande sucesso na China. Na Am√©rica do Sul e principalmente no Brasil, o PROFIBUS √© claramente o l√≠der. Notadamente, as principais diferen√ßas ocorrem se compararmos a Am√©rica, a Europa e a √Āsia”, pondera.

Ele entende que o mercado brasileiro em alguns segmentos ainda √© iniciante na utiliza√ß√£o de redes industriais, e, por esse motivo, a aplica√ß√£o de redes deve crescer de forma mais expressiva nos pr√≥ximos anos. “Alguns segmentos, como por exemplo, √°gua e saneamento, rec√©m est√£o utilizando mais intensivamente a tecnologia. Tem se notado que o PROFIBUS tem sido padronizado em v√°rios mercados e com isso o uso da tecnologia e o conhecimento geral tem crescido consideravelmente. Com a press√£o dos usu√°rios na utiliza√ß√£o de protocolos abertos e padronizados, o PROFIBUS tem se destacado como protocolo mais conhecido e for√ßado os fabricantes de equipamentos a disponibilizar cada vez mais produtos com PROFIBUS. Por sua vez, com a disponibilidade cada vez maior de fornecedores de produtos PROFIBUS, o mercado tamb√©m adota aquela que tem maior concorr√™ncia entre produtos. Essa roda √© que tem desenvolvido rapidamente o mercado de produtos PROFIBUS no Brasil. Tamb√©m deve ser destacado o trabalho da associa√ß√£o PROFIBUS do Brasil, que tem feito v√°rios esfor√ßos na dissemina√ß√£o da tecnologia atrav√©s de eventos, e disponibilizando informa√ß√£o t√©cnica e documenta√ß√£o sobre o protocolo em portugu√™s”, conclui.


A Associação PROFIBUS não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente pelos conceitos, comentários, depoimentos e opinões emitidas em matérias fornecidas pelos seus membros ou artigos assinados. A opinião expressa no conteúdo não traduz em nenhum momento a opinião da Associação PROFIBUS. Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade de seus autores. É vedada a reprodução total ou parcial dos textos e ilustrações deste newsletter, sob pena de sanções legais. São tomados todos os cuidados razoáveis na preparação do conteúdo das matérias e caso haja enganos em textos ou desenhos, será publicada errata na primeira oportunidade. A Associação PROFIBUS se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer edição, comentário ou imagem que possa ser interpretada como contrária aos seus objetivos.

© Associação PROFIBUS. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da
Associação PROFIBUS.