Interferência Eletromagnética e Instalações PROFIBUS
Automação baseada em componentes para indústria de alimentos e bebidas
NI LabView como SCADA e HMI
Coester: PROFIBUS é padrão em vários mercados.
PROFIBUS – RS485-IS
Cuidados e Recomendações em Instalações PROFIBUS, aterramento e shield no barramento PROFIBUS DP
Cuidados e recomendações com o aterramento do shield no barramento PROFIBUS PA
Sinal diferencial RS485 – PROFIBUS DP
Cardenge Automação implanta o primeiro mestre gateway PROFIBUS PA para Ethernet IP stand-alone na Lafarge de Montes Claros
Associação PROFIBUS participa de evento de automação em Campinas
Novos Associados
Treinamentos de maio
Seminário On Site
Workshop Profinet
ProfiHub é testado e aprovado
Digimed com PROFIBUS PA no projeto Onça-Puma da Vale
PROFINET – Economize Energia com PROFIenergy nos intervalos de produção
Monitor de válvulas AS-i Inteligente Sense

 

OUTRAS EDIÇÕES

Edição 01 - Abril 2004
Edição 02 - Junho 2004
Edição 03 - Agosto / Setembro 2004
Edição 04 - Outubro / Novembro 2004
Edição 05 - Dezembro 2004/ Janeiro 2005
Edição 06 - Fevereiro / Março 2005
Edição 07 - Abril / Maio 2005
Edição 08 - Junho / Julho 2005
Edição 09 - Agosto / Setembro 2005
Edição 10 - Outubro / Novembro 2005
Edição 11 - Dezembro 2005 / Janeiro 2006
Edição 12 - Fevereiro / Março 2006
Edição 13 - Julho / Agosto 2006
Edição 14 - Novembro 2006
Edição 15 - Abril 2007
Edição 16 - Junho 2007
Edição 17 - Fevereiro 2008
Edição 18 - Julho 2008
Edição 19 - Outubro 2008
Edição 20 - Março 2009
Edição 21 - Julho 2009
Edição 22 - Dezembro 2009
Edição 23 - Julho 2010
Edição 24 - Mar√ßo 2011
Edição 25 - Julho 2011
Edição 26 - Fevereiro 2012

EXPEDIENTE

PROFINEWS BRASIL
Edição nº 23 - Julho 2010

PROFINEWS BRASIL é uma publicação eletrônica bimestral da ASSOCIAÇÃO PROFIBUS, distribuída a seus associados, fornecedores e usuários das tecnologias PROFIBUS e AS-i.

 

DIRETORIA EXECUTIVA

César Cassiolato (SMAR)
Diretor Presidente

Robert Gries (Siemens)
Diretor Vice-presidente

Marco Padovan (Sense)
Diretor Vice-presidente

Adriano Oliveira (SMAR)
Diretor de Comunicação e Informática

Erik Maran (WESTCON)
Diretor de Instação de Redes

Leandro Torres (SMAR)
Diretor PROFIBUS PA

Gerson Murari (ALTUS)
Diretor PROFIBUS DP

Paulo Lattaro (ATMA)
Diretor de Marketing

Fernando CapelarI (SCHNEIDER)
Diretor de Controladores

Cavour Marinelli Neto (IFM)
Diretor ASinterface

Daniel Coppini (SIEMENS)
Diretor Profinet

Silas Anchieta
Diretor Executivo

 

CONSELHO FISCAL

Eduardo Mello
(Phoenix Contact)

Paulo Bachir
(Wika)

Luciano de Oliveira (Schneider/Atos)

 

JORNALISTA RESPONSÁVEL

Sílvia Bruin Pereira
(MTb 11.0065 / MS 5936)

Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade de seus autores. É vedada a reprodução total ou parcial dos textos e ilustrações desde newsletter, sob pena de sanções legais. São tomados todos os cuidados razoáveis na preparação do conteúdo das matérias e, caso haja enganos em textos ou desenhos, será publicada errata na primeira oportunidade.

 


Associação PROFIBUS
Caixa Postal 11.063-9 - CEP 05422-970
São Paulo, SP. Telefone/Fax: (11) 2849-3202
e-mail: profibus@profibus.org.br
site: www.profibus.org.br.

 

CASE

Cardenge Automação implanta o primeiro mestre gateway PROFIBUS PA para Ethernet IP stand-alone na Lafarge de Montes Claros

Mauro César F. Cardoso, Diretor da Cardenge Automação Industrial, Professor do Curso de Engenharia de Controle e Automação da FACIT, Professor do Curso de Engenharia Elétrica das Faculdades Santo Agostinho.

A Lafarge √© uma empresa l√≠der mundial em cimento e presente em 79 pa√≠ses. No Brasil possui seis f√°bricas, detentora das marcas: Cimento Montes Claros, Cimento Mau√°, Cimento Campe√£o e Cimento Davi. A empresa possui por princ√≠pio investir na moderniza√ß√£o das suas unidades tendo como foco principal a seguran√ßa pessoal e patrimonial e n√£o pelo chamado “obsoletismo”.

No início de 2009 foi implantado na Fábrica de Montes Claros no Moinho de Cimento 3, pela Cardenge Automação, o Sistema de Instrumentação em Rede PROFIBUS PA da Hiprom Technologies. O Moinho de Cimento 3 produz atualmente 140 t/h. Neste projeto foi substituído toda Instrumentação de 4 a 20mA com HART para Instrumentação em Rede PROFIBUS PA utilizando o Mestre Gateway PROFIBUS PA/Ethernet IP o EN2PA da Hiprom Technologies e devices Smar, Endress+Hauser e Pepperl+Fuchs. A Lafarge optou por esta tecnologia inovadora por diversos motivos como: facilidade de configuração do sistema, disponibilidade de diagnósticos dos instrumentos e da rede de comunicação, gerenciamento de instrumento através da tecnologia FDT/DTM.

O grande diferencial desse projeto foi o fato de ser o primeiro no Brasil a utilizar o mestre gateway PROFIBUS PA/Ethernet IP e ser stand-alone. Pelo fato de ser stand-alone possui diversas vantagens: maior flexibilidade quanto ao projeto e instalação de campo; permite configuração, parametrização e calibração dos instrumentos em PROFIBUS PA via Rede Ethernet/IP sem a necessidade de estar conectado ao CLP, usando a tecnologia FDT/DTM (Field Device Tool/Device Type Manager). Outra grande vantagem consiste em não necessitar de coupler ou link, além da facilidade de configuração.

Foram utilizados protetores de segmento “caixa de jun√ß√£o inteligente” da Pepperl+Fuchs. Os protetores de segmento s√£o distribuidores que incorporam prote√ß√£o eletr√īnica contra curto-circuito para cada spur. Essa prote√ß√£o impede que todos os equipamentos de campo percam a comunica√ß√£o, caso somente um esteja com defeito. Al√©m de impedir uma falha geral de comunica√ß√£o, essa caracter√≠stica reduz drasticamente o tempo de identifica√ß√£o do equipamento defeituoso.

“Padronizamos a Instrumenta√ß√£o em Rede PROFIBUS PA na unidade da Lafarge em Montes Claros devido aos excelentes resultados: facilidade do detalhamento dos projetos; menor quantidade de instrumentos/materiais nos projetos; facilidade das montagens; diminui√ß√£o dos materiais de montagem; diminui√ß√£o no tempo de montagem; menor tempo de comissionamento; custo efetivo final do projeto menor do que o tradicional; desempenho da rede; diagn√≥sticos; facilidade de configura√ß√£o e parametriza√ß√£o”, explica Washington Cruz, Supervisor de Manuten√ß√£o El√©trica da Lafarge. Com isso foi implantado no in√≠cio deste ano de 2010, o Sistema de Instrumenta√ß√£o em Rede PROFIBUS PA em mais um setor da Lafarge: Moinho de Farinha 3. O Moinho de Farinha 3 produz atualmente 220 t/h.

A Lafarge Unidade Montes Claros está preparada para otimizar seu sistema, a planta pode receber um sistema de gerenciamento de ativos e MES, graças a um projeto preparado para isso. O próximo passo agora é implantar o Software de Gerenciamento de Ativos.


A Associação PROFIBUS não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente pelos conceitos, comentários, depoimentos e opinões emitidas em matérias fornecidas pelos seus membros ou artigos assinados. A opinião expressa no conteúdo não traduz em nenhum momento a opinião da Associação PROFIBUS. Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade de seus autores. É vedada a reprodução total ou parcial dos textos e ilustrações deste newsletter, sob pena de sanções legais. São tomados todos os cuidados razoáveis na preparação do conteúdo das matérias e caso haja enganos em textos ou desenhos, será publicada errata na primeira oportunidade. A Associação PROFIBUS se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer edição, comentário ou imagem que possa ser interpretada como contrária aos seus objetivos.

© Associação PROFIBUS. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da
Associação PROFIBUS.