|  

Os benefícios da tecnologia IO-Link para sistemas de automação

As empresas de todo o mundo passaram a apreciar a tecnologia IO-Link por sua fácil instalação, além de ser o primeiro protocolo padronizado desse tipo. Tournou-se a solução ideal para muitas companhias, pois permite conexão de produtos a diferentes sistemas e controladores em todo lugar.
 
Desenvolvido para adicionar esse tipo de flexibilidade e eficiência de custos às aplicações de automação, o IO-Link refere-se à primeira tecnologia de E / S padronizada em todo o mundo (IEC 61131-9), que possibilita a comunicação entre sensores inteligentes, atuadores e IO-Link IO Hubs. Esta poderosa ação ponto a ponto baseia-se na conexão de atuadores e sensores de 3 fios estabelecida há muito tempo, mas sem necessidade de cabeamento específico (por exemplo, nenhuma blindagem é necessária). 
 
Uma arquitetura do sistema IO-Link incluirá o seguinte, conforme ilustrado abaixo.
 
  • Dispositivos IO-Link (por exemplo, hubs, sensores, atuadores);
  • IO-Link mestre;
  • Conexões de dados / alimentação.
 
Anatomia do IO-Link Mestre e Hub IO-Link
 
 
O Mestre IO-Link simplifica o trabalho dos engenheiros de sistemas, permitindo usar um sensor ou atuador inteligente para diferentes tipos de aplicações. Como visto na imagem acima, o Mestre IO-Link possui oito portas IO-Link e cada porta se acopla a um Hub IO-Link. Os hubs podem então transmitir sinais digitais de sensores / atuadores conectados, por meio do IO-Link para o Mestre. Isso acrescenta melhor eficiência e conectividade.
 
Com avanços tecnológicos recentes, os mestres IO-Link agora podem se conectar – em combinação com os hubs do IO-Link – a um total de 132 conexões de E / S por sistema!
Além dos benefícios óbvios que acompanham o aumento do número de dispositivos de E / S conectados, a utilização da tecnologia IO-Link mais recente oferece talvez um benefício mais importante para o processo de automação: um protocolo padronizado entre todos os Hubs IO-Link e Mestres que substituem sistemas modulares proprietários e suporta uma inicialização mais rápida da máquina e ciclos de manutenção mais curtos.
 
Os avanços na tecnologia IO-Link estão permitindo essas vantagens e enfrentam os seguintes desafios da indústria de automação:
  1. Padronização – Manter um padrão futuro e simplificado na automação é essencial para o crescimento da sua fábrica inteligente. A tecnologia IO-Link foi desenvolvida para enfrentar esse desafio.
  2. Demanda de mão de obra especializada – A atualização do seu sistema IO-Link para um padrão mais novo e eficiente significa que será mais fácil de ser mantido, sem um software complexo e muitas vezes desatualizado.
  3. Transparência – Através da tecnologia IO-Link, com um Mestre de IO-Link como meio de conexão contínua com o PLC, há uma maior transparência da atividade do sistema do PLC até o nível do sensor e do atuador.
 
Como garantir que seu sistema IO-Link esteja funcionando para você
Utilizar o cabeamento atual: Ao atualizar para um sistema IO-Link, não há necessidade de cabos novos ou proprietários – podem ser usados conectores padrão M12 de 3 ou 5 polos convencionais não blindados. Se a aplicação solicitar uma forma de cabeamento proprietário, fique atento. A eficiência e a prova futura do seu sistema de automação podem sofrer.
 
Identificação automática do dispositivo: Os Mestres e os Hubs do IO-Link devem oferecer algum tipo de função de identidade de dispositivo integrada que, no caso de troca ou substituição do dispositivo, garanta que nenhum dispositivo IO-Link incorreto ou incompatível possa ser acoplado. Sem esse recurso, a resolução de problemas pode prejudicar seu tempo de atividade.
 
Multiuso: Dependendo do fabricante, as portas IO-Link master podem ser multifuncionais para entrada ou saída digital, o que permite uma ampla variedade de configurações multiuso.
 
Além destes benefícios, existem outros que a nossa equipe técnica poderá mostrar. Entre em contato conosco para mais detalhes e possíveis aplicações.
 



Últimas Notícias:
+ GSD User ID: Simples e Fácil. Simplifique seu dia a dia em configurações cíclicas em redes PROFIBUS-PA
+ Transmissor de pressão MG-1
+ Secomea 15xx – Gateway Edge IIoT com Certificação de Segurança Industrial
+ Nova versão de software de engenharia da Siemens oferece desenvolvimento completo de projetos
+ NetMIRROR – TAP como ponto de acesso passivo a redes ethernet industrial
+ Logo! agora em nuvem
+ FnIO-S – Aquisição de Dados, Controle e Comunicação
+ Conectividade em tempo real: Festo lança linha de remotas IO’s para controle descentralizado
+ Workshops Online: Festo divulga calendário de temas para 2020
+ Cursos Online – PITC INATEL e PI Brasil
+ Calendário Orkan – Treinamentos 2020
+ Muito além do ruído – identificando problemas de instalação em tempo real com a medição do Jitter
+ PROFINET IRT, um protocolo de alta dinâmica
+ Metodologia de prestação de serviços no cenário de isolamento social
+ Ethernet no Campo – Futura solução para automação de processos e instrumentação em localizações remotas e perigosas
+ FieldComm Group, ODVA e PI promovem uma Joint Update sobre uma Advanced Physical Layer para Ethernet Industrial
+ Treinamentos in company
+ Associação visita companhias para promover tecnologias e buscar parcerias
+ Transmissor multiparâmetro Liquiline CM44X
+ Sensores de vazão FTMg