|  

Flexibilidade é tudo

André Burati, Especialista de Produtos, Sick Sensor Intelligence.

“Maior produtividade por meio da flexibilidade” é o principal objetivo na elaboração de novos conceitos de máquinas. Nesta relação, a flexibilidade depende diretamente das funções de automação que sensores inovadores, por exemplo, podem proporcionar. Há anos, as demandas da indústria aos fabricantes de máquinas relacionadas à tecnologia de sensores inteligentes têm crescido de maneira constante. Esse constante desafio permite o desenvolvimento de máquinas para uma enorme diversidade de produtos, adaptando-as, também, às exigências locais do mercado global e aumentando a produtividade das máquinas de modo geral. Consequentemente, os fabricantes de máquinas estão buscando, cada vez mais, tecnologias de automação e solução inovadoras.


Como a IO-Link pode alavancar os seus negócios?

Ciclos pequenos de produção que resultam em itens personalizados produzidos em massa e, assim, resultando em uma frequência maior nas alterações das rotinas de trabalho do operador e do equipamento.  Essa é uma tendência no mercado de tecnologia de fabricantes de máquinas. Uma máquina embaladora adaptada, por exemplo, deve poder lidar com uma alimentação de produtos irregular à medida que consegue ajustar-se a diferentes formatos. Esta adaptação é possibilitada por sensores e atuadores. Todos os formatos e tamanhos de embalagem são possíveis com apenas uma máquina.
 


 

Sensores de contraste KTM: pequenos, simples, rápidos e resistentes.
 
 
Mudanças de formato rápidas, suportadas por softwares, podem reduzir o tempo de inatividade e otimizar os processos de embalagem e a utilização de material.

Em máquinas embaladoras, utilizam-se, principalmente, sensores de contraste para as marcas de impressão. Esses sensores devem ser capazes de detectar até mesmo os menores contrastes em altas velocidades, como marcas de impressão em filmes ou embalagens e, como um desafio adicional, detectar variações mínimas de nível de cinza entre a marca e o fundo em superfícies foscas, brilhantes ou transparentes.


Setup rápido via IO-Link

A título de exemplo, quando o conteúdo da embalagem muda do sabor laranja para o sabor maçã, as cores dos materiais de embalagem geralmente mudam também. Isso significa que o sensor de contraste precisa ser programado novamente para o reconhecimento de marcas ideal. A integração de múltiplos sensores a uma máquina fará com que isso demore. Porém, se o setup for armazenado no sensor como tarefas, eles podem ser acionados remotamente quando necessário. Desse modo, todos os sensores de contraste na máquina atribuem a mesma configuração automaticamente, como a cor da marca a ser identificada e o threshold.

Uma vez que os parâmetros forem programados no sensor de contraste, são armazenados como "tarefas". Caso o formato mude, a "tarefa" correspondente é acionada novamente. Isso economiza tempo e dinheiro.

 


A conexão IO-Link também possui outras vantagens. A tecnologia permite um diagnóstico de dados constante. A função de "qualidade de programação" do sensor retorna um valor indicador de confiabilidade do processo. Caso o valor caia até um determinado nível, uma "mensagem de segurança" pode ser enviada ao controlador, por exemplo. Caso o valor mude enquanto o processo estiver em andamento, a função de "qualidade de execução" informa a respeito imediatamente.


Funções inteligentes do sensor que proporcionam vantagens adicionais

Além de realizar a detecção de marcas de impressão de forma convencional, o sensor logo poderá fornecer informações adicionais via IO-Link graças às novas funções de automação.

Um sensor de contraste inteligente com a função adicional “contador de marcas de impressão” integrada detecta e conta marcas de impressão em rolos de filme. Caso haja determinação de um número de marcas de impressão por rolo, o sensor indicará quanto filme resta no rolo a qualquer momento. Isso significa que a troca de rolos será realizada no momento certo. A velocidade da esteira do material de embalagem pode ser determinada e controlada facilmente pela função "monitoramento de velocidade" do sensor de contraste.

Funções adicionais integradas permitem a produção de informações novas e de máxima qualidade que vão além da detecção de marcas de impressão, dependendo da aplicação desejada.

A função mais importante dos sensores IO-Link é o monitoramento automático de contaminação. Ao utilizá-la, a máquina realiza sua própria solução de problemas ativa, avisando de forma independente se a lente do sensor se torna contaminada pela sujeira.

Em resumo, as funções que a tecnologia IO-Link podem proporcionar são atraentes para os clientes devido à perspectiva de um comissionamento rápido e seguro, consistência e alta qualidade do processo, maior disponibilidade das máquinas, retorno rápido do investimento e capacidade de diagnóstico remoto.

Para saber mais acesse www.sick.com.br



Últimas Notícias:
+ PICC Inatel conclui seu primeiro treinamento Engenheiro e Instalador PROFIBUS Certificado
+ PI Brasil participa de evento voltado ao setor de Óleo e Gás
+ PI Brasil se apresenta em workshop no Senai BH
+ Protetor de Segmento com Comunicação ASI
+ Conversor de Fibra Óptica em Áreas Classificadas
+ NetHOST Fieldbus - Ethernet LAN / Envisia
+ Saiba como podemos solucionar seus maiores desafios de detecção com a linha GLL170
+ Balluff Brasil Lança Câmera para Inspeção Visual de Processos
+ Controlador do Motor | CMMO-ST-LKP
+ MCV300 | Monitor Controlador de Válvulas
+ Solução de I/O remoto - Lion Power
+ VVP10 - Posicionador de Válvula
+ VPT10 - Transmissor de Pressão
+ Série Indústria 4.0 - Parte 4 Big Data
+ Analisando sinais PROFIBUS e reflexões
+ Curso Superior de Tecnologia em Eletrônica Industrial
+ The IMB Inductive Proximity Sensor Defies All Obstacles
+ O que é, e como funciona um terminador PROFIBUS PA?
+ VVP10-P: Posicionador PROFIBUS-PA
+ Treinamentos Profibus e Profinet Certificado