|  

Anybus X-gateway - PROFIBUS Master - Modbus RTU Slave Baumier

www.baumier.com.br

 
 
O gateway X Anybus permite que você interconecte os sistemas PLC e seus dispositivos entre as redes PROFIBUS e Modbus-RTU.


CÓPIA RÁPIDA DE DADOS I / O

A função primária do X-gateways é a transferência rápida de dados cíclicos de E/S entre as duas redes. Isso libera seu PLC de trabalhar com cálculos adicionais. O gateway atua como um mestre na rede PROFIBUS e um escravo na rede Modbus RTU. A transmissão de dados é completamente transparente com uma capacidade de dados máxima de 512 bytes em cada direção.


Fácil Configuração - NENHUMA PROGRAMAÇÃO NECESSÁRIA!

A conexão entre as duas redes é configurada rapidamente no software Anybus Configuration Manager, incluso com o X-gateway. Não são necessárias habilidades de programação para configurar o X-gateway. Como padrão de fábrica, os gateways X têm um tamanho pré-definido de E/S de 20 bytes.

Características e benefícios - Cópia rápida de dados cíclicos de E/S entre redes PROFIBUS e Modbus RTU (10-15 ms); Comprovado e testado com todos os fabricantes de PLC; Suporta até um máximo de 512 bytes de dados de Entrada e Saída em cada direção; A poderosa interface Master para PROFIBUS elimina a necessidade de um controlador PLC; Informações opcionais de controle e status adicionadas aos dados de E/S para fins de diagnóstico; Invólucro robusto para uso em ambientes industriais hostis.

Interface PROFIBUS Master / Scanner - Um gateway X Anybus com uma interface PROFIBUS Master integrada pode ser usado quando não existe um controlador PROFIBUS (PLC); Função completa do PROFIBUS DP Master de acordo com a IEC 61158; Controla até 125 escravos; Live List do status dos escravos conectados; Máximo de 512 bytes de dados de E/S em cada direção; Suporta todas as baudrates até 12Mbit/s; Configuração PROFIBUS Master / Slave através da ferramenta Windows Anybus Configuration Manager inclusa, por meio de uma porta de configuração RS-232; 1conector D-Sub9 Macho e 1 conector D-Sub9 Fêmea.

Interface Modbus RTU Slave - Configurações de endereço de rede Modbus RTU feitas através de switches de configuração embutidos; Funcionalidade completa do escravo Modbus RTU; Máximo 512 bytes de entrada e 512 bytes de saída; Suporte de diagnóstico Modbus; Configuração através de DIP switches; Baudrate Modbus RTU de 12 a 57,6 kbit / s; Conector D-sub9 Fêmea.



Últimas Notícias:
+ PICC Inatel conclui seu primeiro treinamento Engenheiro e Instalador PROFIBUS Certificado
+ PI Brasil participa de evento voltado ao setor de Óleo e Gás
+ PI Brasil se apresenta em workshop no Senai BH
+ Protetor de Segmento com Comunicação ASI
+ Conversor de Fibra Óptica em Áreas Classificadas
+ NetHOST Fieldbus - Ethernet LAN / Envisia
+ Saiba como podemos solucionar seus maiores desafios de detecção com a linha GLL170
+ Balluff Brasil Lança Câmera para Inspeção Visual de Processos
+ Controlador do Motor | CMMO-ST-LKP
+ MCV300 | Monitor Controlador de Válvulas
+ Solução de I/O remoto - Lion Power
+ VVP10 - Posicionador de Válvula
+ VPT10 - Transmissor de Pressão
+ Série Indústria 4.0 - Parte 4 Big Data
+ Analisando sinais PROFIBUS e reflexões
+ Curso Superior de Tecnologia em Eletrônica Industrial
+ The IMB Inductive Proximity Sensor Defies All Obstacles
+ O que é, e como funciona um terminador PROFIBUS PA?
+ VVP10-P: Posicionador PROFIBUS-PA
+ Treinamentos Profibus e Profinet Certificado