|  

Associação Profibus Brasil

ARTIGOS TÉCNICOS

FIBRA ÓTICA E PROFIBUS: A UNIÃO SEM RUÍDOS
O Profibus é um protocolo digital utilizado em sistemas de controle, que permite a conexão com interoperabilidade de diversos equipamentos e fabricantes. Possui uma série de vantagens em relação à tecnologia 4-20 mA, onde resumidamente pode-se citar, dentre outras:
RoboChap - Robo de Chapisco em Moenda - ProfiNet Wireless
PROFINET The Backbone for Industrie
IO-LINK
Algumas dicas de soluções de problemas no PROFIBUS-DP
Apesar de muito simples a tecnologia do meio físico mais utilizada no PROFIBUS-DP, a RS485, ainda vemos alguns detalhes em campo que poderiam ser evitados e que poderiam diminuir o tempo de comissionamento e startup e evitar as condições de intermitências e paradas indesejadas durante a operação.
Conecte o LabVIEW a qualquer rede industrial e CLP
Os Controladores Programáveis para Automação (PACs) da National Instruments e o LabVIEW podem acrescentar uma ampla variedade de funcionalidades para CLPs e sistemas industriais existentes. Monitoramento de condição de máquina, medições analógicas de alta velocidade e aplicações personalizadas de Visão são alguns dos exemplos de aplicações típicas de PAC. A comunicação entre os dois sistemas é extremamente importante e deve ser simples, eficaz e muitas vezes determinística. Este artigo vai mostrar os diferentes métodos para conectar o LabVIEW e os PACs da National Instruments a qualquer rede industrial, dispositivo e PLC.
Procedimento de atualização de hardware para acesso a dados HART em remotas PROFIBUS
A utilização de instrumentos inteligentes na automação de processos é um fator que agrega valor a planta permitindo aumentar a disponibilidade da mesma e possibilitando a utilização mais eficaz de recursos, aumentando por consequência o retorno das companhias com a diminuição do desperdício. Mas afinal o que é um instrumento inteligente?
EDDL - Electronic Device Description Language & FDT/DTM – Field Device Tool/ Device TypeManagement & FDI - Field Device Integration
Quando falamos em protocolos digitais abertos, um dos tópicos mais importantes para o sucesso do interfaceamento entre os equipamentos de campo e os sistemas são os arquivos que irão traduzir as características dos dispositivos e facilitar a visualização, configuração, operação e manutenção para os usuários.
O uso de entradas e saídas remotas em Profibus-PA facilitando a automação de processos em sistemas de controle
Vimos em um artigo anterior a aplicação da execução de lógicas em um equipamento Profibus-PA em sistemas híbridos com o DC303 – Entradas e Saídas Remotas para painel, onde tinha-se a possibilidade de tratamento de entradas e saídas discretas, o controle lógico e seqüencial.
Dimensionamento da quantidade de equipamentos em uma rede PROFIBUS-PA
Apesar de muito simples a tecnologia do meio físico utilizada no PROFIBUS-PA, a chamada H1, de acordo com a IEC61158-2, ainda vemos alguns detalhes em alguns projetos e que em campo poderiam ser evitados diminuindo o tempo de comissionamento e startup e evitando as condições de intermitências e paradas indesejadas durante a operação.
Soluções National Instruments para barramentos industriais
Os Controladores Programáveis para Automação (PACs) da National Instruments e o software LabVIEW podem adicionar uma larga variedade de funcionalidades a controladores lógicos programáveis (CLPs) e sistemas industriais. Monitoramento de condição de máquina, medições analógicas de alta velocidade, e aplicações personalizadas de visão são alguns exemplos típicos de aplicações PAC.
PROFIBUS – Fique por dentro do DPV2 na prática
Muito já conhecemos sobre a tecnologia PROFIBUS, que está em constante evolução técnica e temos a oportunidade de conviver com as novidades que se originam do trabalho da Associação PROFIBUS Brasil. Pois bem, ao escrever este artigo, assim como outros, sempre nos colocamos do lado do leitor, que vive o mundo prático de como essa evolução impacta no dia a dia de um técnico ou engenheiro de manutenção. Com isso, preparamos um breve descritivo prático da versão DPV2 do PROFIBUS, onde se caracteriza na rede na camada de aplicação de acordo com o modelo OSI, sendo este detalhamento já comentado no Manual de Referência PROFIBUS.
Raio de Curvatura Mínima e Instalações PROFIBUS
Flexão, alongamento, torções, esmagamentos durante o processo de instalação do cabo PROFIBUS podem forçar os condutores ou mesmo alterarem suas seções transversais. Isso perturba o eixo comum dos condutores e blindagem, e mostra-se como uma mudança na impedância no ponto de estresse do cabo. Através da captura de sinais, estes pontos podem ser facilmente identificados pelas reflexões nos sinais. Em todos os casos, o raio mínimo especificado refere-se à superfície interna do cabo, e não ao eixo do cabo.
Gerenciamento de Ativos e Autodiagnose
Nos últimos anos temos acompanhado que os mercados de instrumentação e automação vêm demandando equipamentos de campo (transmissores de pressão e temperatura, conversores, posicionador, atuadores, etc.) com alta performance, confiabilidade, disponibilidade, recursividade, etc., com a intenção de minimizar consumos, reduzir a variabilidade dos processos, proporcionar a redução de custos operacionais e de manutenção, assim como garantir a otimização e melhoria continua dos processos. Isso resulta em fortes aliados, na busca por indústrias mais autossustentáveis.
DC303 - Entradas e Saídas Discretas em sistemas Profibus com controle híbridos e aplicações de bateladas.
Este artigo mostrará alguns detalhes do que há de mais novo em termos de desenvolvimento de equipamentos com a tecnologia Profibus-PA Veremos neste artigo o uso desta tecnologia e as possibilidades de tratamento de entradas e saídas discretas em um equipamentos SMAR, o DC303, que é possui entradas e saídas discretas e um bloco funcional flexível que permite o controle lógico e seqüencial. As instalações Profibus-PA podem ser híbridas envolvendo arquiteturas distribuídas e estendendo-se a equipamentos convencionais analógicos e/ou discretos, e até mesmo a outras tecnologias.
LMP-100 – Solução eficiente para conexão de redes Modbus e Profibus.
Os esforços de padronização das redes industriais produziram excelentes resultados, praticamente eliminando protocolos proprietários, e oferecendo aos usuários finais tranquilidade ao permitir que equipamentos de diferentes fabricantes sejam interconectados em rede, com garantia de interoperabilidade. Para os fabricantes, a padronização evitou custos enormes de integração, observados anteriormente no auge dos protocolos proprietários.
O Profinet na Automação de Processos
Estamos acompanhando a grande evolução dos sistemas de comunicação industrial a partir da Ethernet Industrial, em nosso caso, estamos vendo uma fronteira ser superada, que é a utilização de um protocolo industrial que verticaliza a informação do chão-de-fábrica de forma transparente e simplificada.
O que é PROFIBUS
A tecnologia da informação tornou-se determinante no desenvolvimento da tecnologia da automação, alterando hierarquias e estruturas no ambiente dos escritórios e chega agora ao ambiente industrial nos seus mais diversos setores, desde as indústrias de processo e manufatura até prédios e sistemas logísticos. A capacidade de comunicação entre dispositivos e o uso de mecanismos padronizados, abertos e transparentes são componentes indispensáveis no conceito de automação de hoje. A comunicação expande-se rapidamente no sentido horizontal, nos níveis inferiores (field level), assim como no sentido vertical integrando todos os níveis hierárquicos de um sistema. De acordo com as características da aplicação e do custo máximo a ser atingido, uma combinação gradual de diferentes sistemas de comunicação, tais como: Ethernet, PROFIBUS e AS-Interface, oferece as condições ideais de redes abertas em processos industriais.
PROFIBUS Integration in PROFINET IO
PROFIBUS is mainly used at the field level with interfacing capabilities downward to the sensor/actor level as well as upwards to the production and enterprise levels. The PROFIBUS implementation is applicable and well established in the segment of the manufacturing and process industries as well. PROFINET is the solution of PROFIBUS International for the use of Ethernet in fieldbus technology. It provides a common solution for industrial communication. Because of this, a basic step is the integration of PROFIBUS together with other existing fieldbusses in PROFINET as a widely accepted common industrial Ethernet standard.
Sensor Hall – A tecnologia dos Posicionadores Inteligentes de última geração
É notável o avanço da Física e eletrônica nos últimos anos. Sem dúvida de todas as áreas técnicas, foram as mais marcantes em desenvolvimentos.Hoje somos incapazes de viver sem as facilidades e benefícios que estas áreas nos proporcionam em nossas rotinas diárias.Nos processos e controles industriais não é diferente, somos testemunhas dos avanços tecnológicos com o advento dos microprocessadores, da tecnologia Fieldbus, o uso da Internet, etc. Comentaremos neste artigo, uma interessante aplicação da Física no desenvolvimento de Posicionadores Inteligentes de Válvulas, baseados no Sensor Hall que agregará vários recursos de performance e diagnósticos.
FISCO: Fieldbus Intrinsically Safe Concept
Com a demanda por uma quantidade maior de equipamentos em um barramento fieldbus intrisecamente seguro, o PTB(Physikalisch Technische Bundesanstalt, instituto alemão de ciência e tecnologia) executou testes rigorosos e chegou a um modelo que atende às altas demandas de consumo, o FISCO, FieldbusIntrinsicallySafeConcept.
Implementação de Device Type Manager para posicionador inteligente Profibus PA
Este artigo apresenta características básicas da tecnologia Field Device Tool (FDT) e um exemplo de Device Type Manager (DTM) implementado para o posicionador inteligente FY303. Esse DTM permite a integração desse posicionador em qualquer sistema que suporte a tecnologia FDT (www.fdt-jig.org).
Aterramento, Blindagem, Ruídos e dicas de instalação
Este artigo nos mostrará alguns detalhes em aterramentos, blindagem e algumas dicas para garantir uma instalação adequada em instrumentação. Aterramento e blindagem são requisitos mandatórios para garantir a integridade dos dados de uma planta. É muito comum na prática encontrarmos funcionamento intermitente e erros grosseiros em medições devido às más instalações.
EMI – Interferência Eletromagnética
Quem já não teve problemas de interferência eletromagnética(EMI) ? É simples ligue seu televisor e um liquidificador na mesma rede...e você terá de forma simples um efeito de EMI na imagem de seu televisor. Podemos citar mais um exemplo comum, onde nas viagens de avião se proíbe o uso de telefones celulares porque podem interferir nos instrumentos de navegação.
Profibus-PA: byte de status e Fail-Safe
Uma característica muito útil disponibilizada pelo protocolo Profibus PA é o byte de status na estrututa float+status. A grande vantagem desta característica é permitir que se tenha além do valor de uma medição, uma informação que possa qualificar este valor e que ajuda na condição de falha a levar o equipamento para uma condição de segurança(Fail-Safe).Veremos a seguir alguns detalhes sobre esta funcionalidade.
PROFIsafe – o perfil de segurança PROFIBUS
A demanda por mais e mais recursos na automação e controle de processos com o advento da tecnologia digital e com o “boom” do Fieldbus, favorecem o desenvolvimento da tecnologia dedicada ao diagnóstico e tratamento de falhas seguras, principalmente voltada à proteção de pessoas, equipamentos/máquinas e ambiente, ou seja, é a busca pelo sistema seguro.
Conexão a quente de redes Profibus-DP em atmosferas explosivas.
Em atmosferas potencialmente explosivas, fontes de ignição podem ocasionar inflamação da mistura provocando incêndios ou explosões.
MEDIÇÃO DE VAZÃO
A vazão é a terceira grandeza mais medida nos processos industriais. As aplicações são muitas, indo desde aplicações simples como a medição de vazão de água em estações de tratamento e residências, até medição de gases industriais e combustíveis, passando por medições mais complexas. A escolha correta de um determinado instrumento para medição de vazão depende de vários fatores.
A medição de pressão e um pouco de história
A pressão é a variável mais usada na indústria de controle de processos no seus mais diversos segmentos e através da mesma, é facilmente possível inferir outras variáveis de processo, tais como nível, volume, vazão e densidade. Comentaremos ainda neste artigo a medição de pressão e sua história, as principais características das tecnologias utilizadas em sensores de pressão, assim como alguns detalhes em termos de instalações, do mercado e tendências com os transmissores de pressão.
NI LABVIEW COMO SCADA E HMI
É possível implementar um poderoso sistema de controle e monitoração de tempo real utilizando o ambiente de desenvolvimento gráfico NI LabVIEW. Este software gráfico é extremamente adequado para complementar o seu sistema baseado em PLC para automação do seu projeto.
Automação baseada em componentes para indústria de alimentos e bebidas
As empresas dos segmentos de Alimentos e Bebidas buscam cada vez mais, na sua linha de produção, integrar todas as partes do seu sistema de automação. No entanto, muitas vezes partes da linha de produção, não são de um mesmo fornecedor. A pergunta que os engenheiros de produção normalmente fazem, é do tipo: Como incorporar ao mesmo sistema máquinas de fornecedores diferentes? Ou, para um mesmo fornecedor de maquinas e CLPs, como reduzir horas de engenharia de software e comissionamento? Por exemplo, em uma linha de refrigerantes, onde cada fase é comandada por máquinas dos estágios, tratamento de água, preparo dos xaropes, envase e empacotamento, etc. Como integra-las de uma forma simples e eficiente?
Interferência Eletromagnética e Instalações PROFIBUS
A interferência eletromagnética pode ser radiada (via ar), conduzida (via condutores), induzida (normalmente acima de 30MHz) ou combinação das mesmas.
Introdução ao PST - Partial Stroke Test - Teste de Curso Parcial
Em todas nossas atividades, a segurança se apresenta como um dos pontos mais importantes a serem considerados. Não é diferente quando lidamos com processos industriais, principalmente quando a automação de processos é cada vez mais intensiva nas indústrias, significando que muitas das decisões e ações, antes tomadas por seres humanos, são agora delegadas a equipamentos e sistemas automáticos.
Gestão de Ativos em Profibus – uma visão prática para a manutenção.
Muito se fala sobre gestão de ativos em plantas de processos industriais, o que é importante entender é que qualquer forma de obter informação on-line de instrumentos e/ou equipamentos para análise e diagnóstico é um GA.
Uma visão de Profibus, desde a instalação até a configuração básica – Parte 6
É notório o crescimento do Profibus em nível mundial e principalmente no Brasil. Decidimos escrever este artigo, detalhando desde a instalação até a configuração básica, pois temos visto na prática muita instalação de forma inadequada, assim como erros básicos na configuração básica que têm estendido o tempo de comissionamento e startup e, conseqüentemente, gerado uma degradação da qualidade da performance da rede. Dividimos este artigo, pela sua extensão e abrangência em seis partes. Esta é a sexta e última parte.
Diretrizes para Projeto e Instalação de Redes PROFIBUS DP
A utilização das redes PROFIBUS DP em ambientes industrias, apesar de simples, exige alguns cuidados para o seu correto funcionamento. Alguns detalhes técnicos devem ser observados na definição, projeto e instalação destes barramentos de campo, e este trabalho procura apresentá-los, buscando facilitar o trabalho dos projetistas de instalações industriais utilizando redes PROFIBUS DP.
Uma visão de Profibus, desde a instalação até a configuração básica – Parte 5
É notório o crescimento do Profibus em nível mundial e, principalmente, no Brasil. Decidimos escrever este artigo, detalhando desde a instalação até a configuração básica, pois temos visto na prática muita instalação de forma inadequada, assim como erros básicos na configuração básica que têm estendido o tempo de comissionamento estartup e, conseqüentemente, gerado uma degradação da qualidade da performance da rede. Dividimos este artigo, pela sua extensão e abrangência em seis partes. Esta é a quinta parte.
Métodos para diagnóstico em redes Profibus DP
O PROFIBUS DP é o barramento de campo mais utilizado na indústria mundial atualmente. E com o uso cada vez maior desta rede “chão de fábrica”, o diagnóstico rápido de falhas tornou-se extremamente necessário e importante, o que permite minimizar tempos de parada e conseqüentes prejuízos no processo produtivo. Existem vários procedimentos conhecidos para o diagnóstico de falhas em redes PROFIBUS DP e este trabalho procura apresentar alguns deles, buscando facilitar o trabalho dos profissionais de automação na solução de problemas e na otimização da comunicação.
Uma visão de Profibus, desde a instalação até a configuração básica – Parte 4
É notório o crescimento do Profibus em nível mundial e, principalmente, no Brasil. Decidimos escrever este artigo, detalhando desde a instalação até a configuração básica, pois temos visto na prática muita instalação de forma inadequada, assim como erros básicos na configuração básica que têm estendido o tempo de comissionamento e startup e, conseqüentemente, gerado uma degradação da qualidade da performance da rede. Dividimos este artigo, pela sua extensão e abrangência em seis partes. Esta é a quarta parte.
Uma visão de Profibus, desde a instalação até a configuração básica – Parte 3
É notório o crescimento do Profibus em nível mundial e principalmente no Brasil. Decidimos escrever este artigo, detalhando desde a instalação até a configuração básica, pois temos visto na prática muita instalação de forma inadequada, assim como erros básicos na configuração básica,que têm estendido o tempo de comissionamento e startup, e consequentemente gerado uma degradação da qualidade da performance da rede. Dividimos este artigo, pela sua extensão e abrangência em seis partes. Esta é a terceira parte.
Uma visão de Profibus, desde a instalação até a configuração básica – Parte 2
É notório o crescimento do Profibus em nível mundial e principalmente no Brasil. Decidimos escrever este artigo, detalhando desde a instalação até a configuração básica, pois temos visto na prática muita instalação de forma inadequada, assim como erros básicos na configuração básica que têm estendido o tempo de comissionamento e start-up, e conseqüentemente gerado uma degradação da qualidade da performance da rede. Dividimos este artigo, pela sua extensão e abrangência em seis partes. Esta é a segunda parte.
Protetor de transientes em redes Profibus
Este artigo mostra alguns conceitos e técnicas de proteção de equipamentos de campo Profibus DP e Profibus PA em termos de sinais de alta tensão e correntes induzidas por raios ou outras fontes.
Uma visão do protocolo industrial Profinet e suas aplicações
O padrão TCP/IP surgiu no meio industrial há cerca de oito anos. Porém, somente nos últimos quatro anos é que se tornou comercialmente utilizado em ambientes industriais.
Métodos para Diagnóstico de Falhas em Redes PROFIBUS DP
O objetivo principal deste trabalho é apresentar alguns métodos conhecidos para o diagnóstico e localização de falhas na implantação e durante o funcionamento de redes de comunicação industrial PROFIBUS DP. Ao apresentar estes métodos, busca-se também, que os mesmos possam ser efetivamente utilizados pelos profissionais de automação, ajudando-os na solução de problemas e na otimização da comunicação em suas instalações industriais.
Uma visão de Profibus, desde a instalação até a configuração básica – Parte 1
É notório o crescimento do Profibus em nível mundial e principalmente no Brasil. Decidimos escrever este artigo, detalhando desde a instalação até a configuração básica, pois temos visto na prática muita instalação de forma inadequada, assim como erros básicos na configuração básica que têm estendido o tempo de comissionamento e start-up e, conseqüentemente, gerado uma degradação da qualidade da performance da rede. Dividimos este artigo, pela sua extensão e abrangência em seis partes. Esta é a primeira parte.
Uso de repetidores em Profibus-DP
O uso de repetidores em Profibus é muito comum em casos onde se tem mais de 32 estações ou para redes densas. Veremos a seguir alguns detalhes pertinentes que devem ser levados em conta em fase de projeto e instalação para garantir a correta performance da rede Profibus-DP.
PROTOCOLO AS-I: AGREGANDO INTELIGÊNCIA A SENSORES E ATUADORES
A finalidade deste artigo é apresentar uma introdução ao protocolo AS-Interface, apresentado os seus principais conceitos, características, vantagens e limitações relacionadas à sua aplicação em automação de processos industriais.
A IMPORTÂNCIA DOS TERMINADORES DE BARRAMENTO NA REDE PROFIBUS
É notório o crescimento do Profibus em nível mundial e principalmente no Brasil. Decidi escrever este artigo, pois tenho visto na prática muita instalação de forma inadequada e que tem refletido na qualidade da rede Profibus. Neste artigo em especial, comentarei sobre os terminadores de rede e sua importância na integridade do sinal de comunicação em níveis dentro dos padrões.
GATEWAY ANYBUS-X
As redes industriais e os barramentos de campo são hoje um segmento de mercado fragmentado com diversas redes e normas. Somente dentro do padrão IEC-61158 existem nove diferentes redes não compatíveis normatizadas. Além disso, existem diversas redes proprietárias de fabricantes que são extensamente utilizadas. Para aumentar a flexibilidade e a produtividade de manufatura é essencial distribuir nas diferentes células de produção as mesmas informações, e disponibilizar esta informação no sistema corporativo (ERP).
EVOLUÇÃO DA MEDIÇÃO DA TEMPERATURA E DETALHES DE UM TRANSMISSOR DE TEMPERATURA PROFIBUS-PA
É notável o avanço da Física e eletrônica nos últimos anos. Sem dúvida de todas as áreas técnicas, foram as mais marcantes em desenvolvimentos.Hoje somos incapazes de viver sem as facilidades e benefícios que estas áreas nos proporcionam em nossas rotinas diárias. Nos processos e controles industriais não é diferente, somos testemunhas dos avanços tecnológicos com o advento dos microprocessadores e componentes eletrônicos, da tecnologia Fieldbus, o uso da Internet, etc.
Profibus-PA: Especificações para o Modelo de Blocos
Os métodos de acesso ao barramento que os dispositivos Profibus-PA se utilizam, já foram extensivamente abordados em outros artigos. Por isso, o foco deste, está em como os sinais são tratados e transferidos dentro das estruturas desse protocolo, os chamados blocos objetos. A padronização do Profibus-PA determina um conjunto de parâmetros universais que devem ser implementados. Isso assegura a compatibilidade de configuração entre dois tipos idênticos de dispositivos, construídos por diferentes fabricantes (Transmissores de temperatura e pressão, por exemplo). Existem parâmetros ditos obrigatórios, que sempre devem estar presentes.
Versões do PROFIBUS-DP
O Profibus é um protocolo que provê uma solução de propósitos gerais para manufatura e com tarefas de comunicação mestre-escravos e perfis de aplicações que podem endereçar a automação de processos, sistemas de segurança e aplicações em controle de movimento, etc. É um dos fieldbuses líderes de mercado, com milhares de plantas em operações, com mais de 6,5 milhões de nós instalados e com uma ampla oferta de fornecedores; mais de 2000 produtos disponíveis no mercado.Vinte e quatro países possuem associações regionais divulgando e dando suporte à tecnologia, com mais de 1200 empresas membros. Este padrão é garantido segundo as normas EN 50170 e EN 50254. Este artigo nos mostra as suas várias versões em termos de Profibus-DP.
Profibus-PA: Byte de Status e Fail-Safe .
Uma característica muito útil disponibilizada pelo protocolo Profibus PA é o byte de status na estrutura float+status. A grande vantagem desta característica é permitir que se tenha além do valor de uma medição, uma informação que possa qualificar este valor e que ajuda na condição de falha a levar o equipamento para uma condição de segurança (Fail-Safe).Veremos a seguir alguns detalhes sobre esta funcionalidade.
Profibus: Por dentro da mudança de endereços das estações – Change Station Address .
Uma característica muito útil disponibilizada pelo protocolo Profibus é a mudança de endereços via ferramentas de configuração; o conhecido comando Change Station Address.
Profibus: Tempo de Barramento.
O Profibus é um protocolo baseado na passagem de token e garante transmissões em tempo real rápidas, onde seu princípio de funcionamento garante sempre um tempo mínimo de token em cada estação. Uma tendência dos sistemas distribuídos de controle de processos é a interconexão entre seus elementos de rede via rede multipontos (broadcast), ao invés do tradicional ponto-a-ponto, onde o critério dos tempos envolvidos são fundamentais.
Profibus: por dentro dos Indentifier Formats.
O arquivo gsd é como se fosse um datasheet eletrônico do equipamento que trás detalhes de revisão de hardware e software, bus timing do equipamento e informações sobre a troca de dados cíclicos. As informações de troca de dados cíclicos para cada módulo permitido do equipamento são demarcadas pelas palavras-chaves “Module” e “EndModule”. Entenda como troca de dado cíclico a informação requisitada ou enviada pelo mestre classe 1 (PLC, por exemplo), de alta prioridade, e que é parte fundamental no controle e tomada de decisão.
Dicas de dimensionamento e instalação em redes Profibus PA
Com a tecnologia Fieldbus, os usuários podem ter diversos benefícios proporcionados pela tecnologia digital e, além disso, podem tirar vantagens e conseguir otimização e redução de custos de distribuição das redes, garantindo segurança e confiabilidade nas operações.
DT303: transmissor de densidade com tecnologia Profibus-PA
Diversos processos industriais requerem medição contínua da densidade para operarem eficientemente e garantirem qualidade e uniformidade ao produto final. Isto inclui usinas de açúcar, cervejarias, destilarias, laticínios, químicas e petroquímicas entre outras indústrias.
Instalações em Profibus-DP: técnicas & dicas.
Quando falamos em protocolos digitais, um dos tópicos mais importantes para o sucesso de operação de uma implementação é a instalação, e que muitas vezes é negligenciada e após um startup pode deixar o cliente na mão.
Implementação de Device Type Manager para posicionador inteligente Profibus PA
Este artigo apresenta características básicas da tecnologia Field Device Tool (FDT) e um exemplo de Device Type Manager (DTM) implementado para o posicionador inteligente FY303. Esse DTM permite a integração desse posicionador em qualquer sistema que suporte a tecnologia FDT (www.fdt-jig.org).
WIKA: Especificação de Transmissores de Pressão
A pressão é uma das grandezas físicas mais medidas no mundo. Um equipamento bem dimensionado pode ficar anos instalado no processo sem apresentar problemas, mas o que pode influenciar e prejudicar o rendimento de um Transmissor de Pressão? Quais são os fatores que devemos levar em consideração quando estamos especificando um Transmissor de Pressão? Buscando as respostas a estas perguntas vamos conhecer alguns aspectos que devemos nos preocupar ao dimensionar um equipamento para medir pressão e quais variáveis podem atrapalhar esta medição.
WIKA: Medição de nível em tanques pela pressão diferencial.
Nível talvez não seja a variável mais comum usada em aplicações industriais, mas certamente é a mais amplamente utilizada se considerarmos os recursos disponíveis no mercado para realizar a medição desta grandeza. A importância desta medição para a indústria vai além da própria operação do processo, também é aplicada para fins econômicos através dos cálculos de custo e inventário.
Medição da Temperatura
WIKA: Medição de Temperatura. Termopares: Custo e Benefício
Um termopar é um termopar! Ou não? Na análise superficial, isso parece ser verdadeiro: Temos dois condutores metálicos, de natureza distinta, na forma de metais puros ou ligas homogêneas, dentro de padrões ANSI ou IEC. Eles são soldados em um extremo, ao qual se dá o nome de junta quente ou junta de medição, adicionamos um invólucro, cabeçote, blocos de conexão, conectores ou cabos de ligação e teremos um termopar funcionando. Porém, ele irá oferecer o desempenho que você deseja ou necessita?
WTECH: MÉTODOS PARA DIAGNÓSTICO EM REDES PROFIBUS DP
O PROFIBUS DP é o barramento de campo mais utilizado na indústria mundial atualmente. E com o uso cada vez maior desta rede “chão de fábrica”, o diagnóstico rápido de falhas tornou-se extremamente necessário e importante, o que permite minimizar tempos de parada e conseqüentes prejuízos no processo produtivo. Existem vários procedimentos conhecidos para o diagnóstico de falhas em redes PROFIBUS DP e este trabalho procura apresentar alguns deles, buscando facilitar o trabalho dos profissionais de automação na solução de problemas e na otimização da comunicação.
NI LabVIEW como SCADA e HMI
Resumo NI LabVIEW como SCADA e HMI
AS-Interface Integration in PROFINET IO
Resumo AS-Interface Integration in PROFINET IO